Breve contextualização sobre família, e a priorização da mulher no acesso às políticas de assistência social.

Nadya Pereira dos Santos, Jussara Medeiros Dias

Resumo


 

 

Resumo

Este artigo visa apresentar uma breve contextualização sobre a família nuclear burguesa e a monoparental e seu conceito sob a ótica jurídica e social, assim como trazer reflexão acerca do acesso prioritário das mulheres aos programas sociais. Sabe-se que as políticas públicas atuais reconhecem a mulher como principal beneficiária para a implantação dos seus serviços, dentro deste contexto, percebeu-se que pensar em políticas públicas voltando-se somente para a mulher, pode-se implicar no risco de excluir indivíduos em relação aos direitos de acesso às políticas ofertadas pela Assistência Social. Deste modo, este artigo visa contribuir no debate acerca da temática.

 


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.