DANÇA E DOR CRÔNICA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Vanessa Brito de Souza, Laura Batista, Thays Souza, Ana Leticia Padeski Ferreira de Azevedo

Resumo


A Dança é uma forma de expressão através de movimentos, artística, que pode ser entendida como uma ação de performance ou como prática lúdica e acessível a todos os corpos, bem como pode ser mobilizada como um exercício físico prazeroso e benéfico para a saúde. Para o ser humano o movimento é algo vital, presente desde seu nascimento. É uma forma de relação e conhecimento do mundo quando criança, quando adulto auxilia na manutenção da saúde - pois indivíduos ativos tem menor incidência da maioria das doenças crônicas degenerativas, manutenção das valências físicas - e passam pelo processo de envelhecimento mantendo sua qualidade de vida. Esse percurso de vida é acometido por episódios de dor, um mecanismo de defesa do corpo, que denuncia uma lesão. No entanto, a lesão pode ser curada e a dor persistir – sendo denominada como dor crônica – e altera a forma de viver do indivíduo em relação aos aspectos físicos e sociais. Nesses casos faz-se necessário o alívio da dor, sendo o exercício físico uma das formas de proporcionar essa diminuição do quadro doloroso. Tendo em vista esse cenário a presente pesquisa tem como objetivo geral mapear o que tem sido produzido nos periódicos nacionais sobre a relação dança e dor crônica. Para realizar tal intento propomos compreender a dor crônica e o exercício físico, identificar a relação entre exercício físico e a dor crônica, compreender essa relação apresentada nas produções de periódicos brasileiros. A metodologia se caracteriza por uma revisão integrativa, que consiste em um método que proporciona a síntese de conhecimento e a incorporação da aplicabilidade de resultados de estudos significativos na prática. Em nosso percurso metodológico foram realizadas buscas nas de base de dados Scielo, Lilacs e Pubmed, no período de 2006 a 2016, com os seguintes descritores: exercício físico, atividade física, atividade motora, dança e dor crônica. Foram realizadas as seguintes combinações dos descritores: exercício físico e dor crônica, atividade física e dor crônica, atividade motora e dor crônica, dança e dor crônica. Foram inclusos todos os artigos em português originais, totalizando em 84 artigos para revisão. O presente estudo está em fase de desenvolvimento com previsão de término no primeiro semestre de 2017.

 

 


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.