DA MEMORIA AO PODER: ENTRE SUSSUROS E HOLOFOTES

Andréa Carneiro Lobo

Resumo


O presente trabalho tem a pretensão de apresentar os conceitos de memória,esquecimento e de poder em função de uma concepção de história coletivanacional. Desta forma, evidencia-se a importância da compreensãopormenorizada dos fundamentos de tais conceitos frente aos conflitos entreinteresses coletivos e individuais, além de fomentar o desenvolvimento de umsenso crítico para formulação de debates acerca de um tema sensível, este,essencial em tempos de tensão democrática. Diante de tais desígnios, seráutilizado como caso paradigma o período de Ditadura Civil Militar no Brasil(1964-1984), destacando-se as memórias de pessoas que atuaram naresistência ao Regime, com desempenho de papéis da história deste país.Cativos de uma política estatal, expostos a um cenário repressor, suaresistência se deu na cidade de Curitiba e demais regiões pertencentes aoEstado do Paraná. Este artigo faz parte da proposta do Programa de EducaçãoTutorial – PET, do curso de Direito, o qual tem como temática de pesquisa paraos anos de 2018/2020 o projeto “Direito e Memória: Trajetória de vida eidentidade social.” Destarte, salienta-se o intento de um livro coletivo, com osrelatos de vivência de ex- militantes do movimento estudantil durante aDitadura, compilado por alunos pesquisadores filiados ao programa retrocitado, assim como elaboração áudio visual no tocante ao tema, a serregistrado no site institucional da universidade, afim de dar publicidade ealcance à sociedade, estendendo o diálogo além do ramo acadêmico.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.