A INFLUÊNCIA DA FAMÍLIA NO FATOR PSICOLÓGICO DE JOGADORES INICIANTES DE FUTEBOL ENTRE 9 Á 17 ANOS

André LANG, Rafael RAMOS

Resumo


O futebol na atualidade é um esporte praticado no mundo inteiro, principalmente no Brasil, em  escolas, clubes, e até mesmo nas ruas de todo o País. Esta popularidade faz com que professores de Educação Física que trabalham em escolas de iniciação ao futebol utilizem como conteúdo de suas aulas um método baseado em teorias suficientemente amplas e consistentes na busca pelo rendimento esportivo. No entanto, para além do tempo da prática sistemática e técnica, os pais e a família também exercerem grande influência no desenvolvimento de atletas. Como afirma Barbanti (1992), os pais podem ter uma importância muito grande na qualidade das experiências competitivas de seu filho. Neste sentido, esta pesquisa tem como objetivo analisar a influência da família no fator psicológico de jogadores iniciantes de futebol entre 9 à 17 anos. A princípio, para este estudo serão convidados a participar 30 atletas de futebol de determinada escolinha da cidade de Curitiba, com idade entre 9 e 17 anos de idade, durante o período de uma semana, sempre após os treinamento. A coleta de dados será feita por meio de dois questionários com perguntas abertas e fechadas, um para os atletas e o outro para o professor, e ao final de cada jogo uma entrevista com o professor responsável pela equipe, visando qual o rendimento do seu atleta nos treinos e qual seu desempenho no jogo, e se a presença dos pais no ponto de vista dele, interfere no rendimento do seu atleta. Este trabalho ainda não apresenta resultados e conclusões pois trata-se de uma intenção de pesquisa para conclusão de curso.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.