Temas transversais: questões de gênero na Oficina de Comunicação da Fundação Weiss Scarpa

Danielle Scheffelmeier Mei, Tiago Machado

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar a maneira como questões de identidade de gênero são trabalhadas no contexto da disciplina de Relações Humanas, na Oficina de Comunicação (Audiovisual e Impresso), da Fundação Weiss Scarpa, em Pinhais. A oficina é uma oportunidade para que os estudantes desenvolvam habilidades para além dos conteúdos da sala de aula e consigam abarcar temáticas que envolvam também o interesse dos próprios aprendizes. Na oficina, as turmas produzem materiais jornalísticos, como matérias para veículo impresso, rádio e vídeo. Tendo em vista que alguns aprendizes trouxeram à tona as questões de gênero, o trabalho se dedica à abordagem destas temáticas no ambiente escolar, e mesmo das influências da mídia na vida dos adolescentes. Para tanto, foram utilizados autores como Judith Butler, Joan Scott, Jesús Martin Barbero e Guacira Lopes Louro. A intenção é apresentar uma reflexão sobre como essas temáticas podem ser trabalhadas no contexto da sala de aula e que o aluno, ao sugerir temas e produzir matérias sobre estes temas, se torne mais autônomo e conhecedor destas temáticas.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Cadernos da Escola de Comunicação. ISSN Eletrônico: 1679-3366.