O amor na feminilidade

Nicolle Shigueoka de Oliveira, Ana Suy Sesarino Kuss

Resumo


Este artigo trata dos temas da feminilidade e do amor, referindo-se ao amor como resposta possível a uma perda que deixa marcas. O amor visaria a uma forma de tamponar uma falta narcísica original e irrecuperável que caminha em direção à falta, e é oriunda do campo do desejo. Esse desejo, que nunca é saciado, encontra-se com o que Lacan chama de objeto a, objeto de desejo que se instaura no lugar da falta que, por sua ausência se faz presente, nunca cessando o lugar da falta original.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Cadernos da Escola de Saúde. ISSN Eletrônico: 1984-7041.