A MATERNIDADE COMO SAÍDA EDÍPICA: CONSIDERAÇÕES SOBRE A FEMINILIDADE

Débora Cristina da Silva Coelho, Adriane Wollmann

Resumo


O presente artigo propõe uma discussão sobre a feminilidade na obra freudiana a partir dos Complexos de Édipo e de Castração em um tornar-se mulher enquanto correlativo à maternidade. A questão que se pretende responder versa sobre as implicações de se pensar a proposta de Freud, da noção de feminilidade atrelada à maternidade, na atualidade. O artigo se pauta em uma revisão bibliográfica de cunho qualitativo que tem como base a leitura da teoria freudiana sobre o tema, articulada com as ideias de psicanalistas contemporâneos. Em um primeiro momento, apresenta-se a noção de constituição da feminilidade em Freud a partir dos Complexos de Édipo e de Castração. Considera-se que, tendo como ponto de partida o Complexo de Castração e a percepção da diferença sexual, a menina inicia o percurso para tornar-se mulher. Em um segundo momento o trabalho apresenta interpolações feitas sobre as problemáticas implícitas nesta teoria. Avaliam-se as teses traçadas por Freud sobre a feminilidade como tributárias da concepção do feminino elaborada na modernidade como pertencente ao espaço doméstico e ao cuidado com os filhos. Com as mudanças no campo social, as mulheres passam a pleitear o seu lugar social no campo do trabalho e, com o advento dos métodos contraceptivos, a maternidade passa a ser uma opção. Novas possibilidades são inscritas no campo do desejo e permitidos à mulher, contrapondo a equivalência descrita por Freud entre maternidade e feminilidade, permitindo que esta seja exercida de maneira livre. Conclui-se que, ao falar da feminilidade em Freud, não é a visão de feminino que está sendo colocada em xeque, mas sim de uma construção sócio-histórica da posição feminina que se modificou.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Cadernos da Escola de Saúde. ISSN Eletrônico: 1984-7041.