Cadernos da Escola de Saúde https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude <p>O Caderno da Escola de Saúde do UniBrasil é uma publicação semestral de caráter técnico-científico, que tem por objeto contribuir na divulgação de trabalhos nas áreas de Ciências Biológicas e da Saúde. Editado pelo Centro Universitário Autônomo do Brasil do Complexo de Ensino Superior do Brasil – UniBrasil, o qual tem como missão "Formar, por meio de processos sustentáveis, pessoas que possam assumir a plenitude da condição humana, pela geração e experimentação de saberes, idéias e valores comprometidos com a realidade brasileira."</p> <p><strong>Qualis Capes</strong>: B5 (<a href="/index.php/cadernossaude/about/editorialPolicies#custom-1">outros estratos</a>)<br><strong>Fundação:</strong><br><strong>e-ISSN:</strong> 1984-7041<br><strong>Título Abreviado:</strong> Cad. Esc. de Sau.<br><strong>email: </strong>cadernosaude@unibrasil.com.br<br><strong>Editora: </strong><a href="http://www.unibrasil.com.br/" target="_blank" rel="noopener">UniBrasil</a></p> Centro Universitário Autônomo do Brasil - UniBrasil pt-BR Cadernos da Escola de Saúde 1984-7041 <p class="CM10">Transferimos os direitos autorais pertinentes ao manuscrito, aceito para publicação nesta revista, para propriedade exclusiva dos Cadernos da Escola de Saúde e, concordamos que seja vedada a reprodução parcial ou total em qualquer meio de divulgação, impresso ou eletrônico, sem que a prévia e necessária autorização seja solicitada ao Conselho Diretor da Revista.</p> Análise de resistência das bactérias láticas à temperatura ambiente https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/view/4473 <p>Estudo quantitativo com o objetivo de quantificar o crescimento de bactérias láticas em temperatura ideal (0ºC à 10ºC), e à 30 e 60 minutos em exposição à temperatura ambiente, em dez marcas de leites fermentados comercializados em um supermercado de Curitiba/Paraná. Foram realizadas diluições seriadas 10<sup>-3</sup>, semeadas em ágar Man Rogosa &amp; Sharpe, e incubadas a 30±1ºC por 6 dias, na sequência foi realizada Coloração de Gram, Teste de Catalase (-) e a contagem das bactérias láticas em Unidades Formadoras de Colônia/ml para comparação com a Instrução Normativa nº46/2007, que determina a identidade e qualidade de leites fermentados. As médias do número de colônias para a amostra em temperatura ideal, e em temperatura ambiente por 30 minutos e 60 minutos foram 3,16x10<sup>5</sup>, 3,64x10<sup>5</sup> e 2,75x10<sup>5</sup>, respectivamente, não atendendo à Instrução Normativa nº46/2007. No momento da compra, todas as amostras estavam em temperatura adequada, com média de 5,5ºC. O teste estatístico de Friedman (p=0,0672) esclarece que não existe diferença significativa entre o número de colônias das amostras em temperatura ideal, por 30 e 60 minutos em temperatura ambiente, embora na análise percentual tenha ocorrido variações.</p> Caroline Luise Soldi Ester de Almeida Machado Oliveira Willian Barbosa Sales Copyright (c) 2020 Cadernos da Escola de Saúde 2020-02-11 2020-02-11 18 2 1 13 ESTADO NUTRICIONAL E CONSUMO ALIMENTAR DE PRÉ-ESCOLARES DE TUCANO E PARIPIRANGA (BA) https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/view/3875 <p>Grande parte das crianças não cumprem as recomendações dietéticas ideais para sua faixa etária, pois consomem alimentos de alta densidade energética, grandes quantidades de gorduras saturadas e sal, e não consomem de maneira adequada os alimentos que irão contribuir para seu crescimento adequado e para evitar o surgimento de diversas patologias. O presente estudo buscou verificar o estado nutricional e o consumo alimentar de crianças de cinco anos, em duas escolas da rede de ensino privada e duas públicas, dos municípios de Tucano e Paripiranga, no estado da Bahia, totalizando 56 crianças. Pôde-se concluir a existência uma maior prevalência de crianças eutróficas. O aleitamento materno não foi um fator determinante para a presença de sobrepeso ou obesidade, e 79.62% das crianças tinham alimentação considerada de qualidade regular ou ruim.</p> Igor Brandão Fábio Carvalho Nidia Miranda Amanda Santana Copyright (c) 2020 Cadernos da Escola de Saúde 2020-02-11 2020-02-11 18 2 14 28 EXPERIÊNCIA DE PESSOAS COM TRANSTORNO MENTAL SOBRE O PERÍODO MANICOMIAL E SUA TERAPÊUTICA NO CAPS https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/view/3851 <p>Objetivos: apresentar a experiência de vida dos portadores de transtorno mental nas atividades terapêuticas em detrimento do período manicomial. Métodos: Trata-se de pesquisa qualitativa, na qual foi utilizado o recurso da História Oral de Vida Temática, desenvolvida no Centro de Atenção Psicossocial, no município de Parelhas – RN. Participaram do estudo, seis portadores do transtorno mental, que vivenciaram o processo de institucionalização, no período pré-reforma psiquiátrica. Resultados: Os participantes evidenciaram considerável mudança na forma assistencial, bem como satisfação com as terapias ofertadas no Centro de Atenção Psicossocial. Considerações finais: Com a Reforma Psiquiátrica, e a implantação dos Centros de Atenção Psicossocial, é possível oferecer melhor qualidade de vida aos portadores de transtorno mental, por meio da inclusão social, desenvolvimento da autonomia, e acima de tudo, o direito da cidadania.</p> Francisca Elidivânia de Farias Camboim Tacyane Fabiola Dantas Caldas Milena Nunes Alves de Souza Geórgia Cristina dos Santos Dantas José Cleston Alves Camboim Úrsula Érika de Medeiros Ribeiro Nunes Copyright (c) 2020 Cadernos da Escola de Saúde 2020-02-11 2020-02-11 18 2 29 42 Avaliação da qualidade de comprimidos e cápsulas de atenolol https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/view/4477 <p>A ampla variedade de medicamentos disponibilizados por laboratórios farmacêuticos e farmácias magistrais está em constante ascensão, justificando a necessidade da garantia da qualidade visando assegurar a efetividade, segurança e qualidade destes medicamentos para a população. No presente estudo foram realizados os ensaios de qualidade: peso médio, identificação, doseamento, friabilidade e dureza para comprimidos genéricos e referência e ensaios de peso médio, identificação e doseamento para cápsulas obtidas em farmácia magistral de Curitiba. Os resultados dos ensaios realizados para os comprimidos demonstraram conformidade com os valores preconizados pela Farmacopeia Brasileira. Entretanto, as cápsulas não apresentaram resultados conformes no teor de doseamento de princípio ativo, apresentando valores abaixo dos resultados preconizados pela Farmacopeia, podendo conduzir a uma baixa efetividade no tratamento farmacológico.</p> Kauanna Oliveira Flávia Lada Degaut Pontes Letícia Bonancio Cerqueira Copyright (c) 2020 Cadernos da Escola de Saúde 2020-02-11 2020-02-11 18 2 43 54 PERCEPÇÃO DE USUÁRIOS E PROFISSIONAIS DA REDE PÚBLICA SOBRE A NUTRIÇÃO https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/view/5200 <p>Tendo em vista a importância de um nutricionista para prevenção e manutenção da saúde e levando em consideração a falta desse profissional inserido em cada unidade básica de saúde, esse estudo visou avaliar o conhecimento dos usuários e profissionais de Unidades de Saúde da rede pública de um município da região metropolitana de Curitiba, em relação à nutrição. Trata-se de um estudo observacional analítico com delineamento transversal realizado por meio da aplicação de uma escala adaptada e validada para o Brasil por Scagliusi. Para a análise estatística foi utilizada a estatística descritiva e teste de qui-quadrado. Participaram da pesquisa 300 usuários e 40 profissionais da rede pública de saúde, sendo 20 médicos e 20 enfermeiros, a amostra caracterizou-se em 68,2% do sexo feminino e 31,8% masculino, a maior parte da amostra apresentou idade entre 41 a 60 anos e ensino médio completo. Com a aplicação do questionário de conhecimento nutricional foi possível observar que maiorias dos profissionais de medicina possuem alto conhecimento em nutrição, enquanto enfermeiros e usuários apresentam, em sua maioria, conhecimento nutricional moderado a baixo. A partir deste estudo ressalta-se a importância da inserção do nutricionista em Unidades Básicas de Saúde, contando com o relevante papel que tem a alimentação na prevenção de doenças e agravos, e sendo o nutricionista o profissional capacitado a lidar com situações referentes à alimentação e nutrição.</p> Edilceia Domingues Do Amaral Ravazzani Jéssica Daniele da Silva Kely Ferreira Rauber Eduardo Bolicenha Simm Copyright (c) 2020 Cadernos da Escola de Saúde 2020-02-11 2020-02-11 18 2 55 66 AVALIAÇÃO DA PERCEPÇÃO DE INCLUSÃO DE INDIVÍDUOS COM MIELOMENINGOCELE E DE SEUS FAMILIARES https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/view/4518 <p><strong>Introdução</strong>: Na mielomeningocele ocorrem distúrbios neurológicos, ortopédicos, renais entre outros que colaboram para que estes indivíduos enfrentem dificuldades em relação a suas atividades de vida diária, fazendo com que, essas pessoas se sintam cada vez mais exclusas da sociedade. <strong>Objetivos</strong>: Avaliar a percepção da inclusão social, familiar e escolar, de indivíduos com mielomeningocele e de seu responsável para que assim estratégias de inclusão sejam propostas. <strong>Métodos</strong>: Estudo transversal, realizado com 22 indivíduos, sendo 11 adolescentes com média de idade de 15,2 ± 2,2 anos e 11 responsáveis com média de idade de 46,5 ± 6,8 anos. Os participantes selecionados, após a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e de Assentimento, foram avaliados em relação à percepção da inclusão nos domínios familiar, escolar e social, por meio de um questionário elaborado pelas pesquisadoras, o qual foi aplicado apenas uma vez. O mesmo foi composto por 15 questões apresentando quatro alternativas de respostas, que iniciavam com alternativas de respostas partindo da negativa para positiva. Para cada resposta foi atribuída uma pontuação a qual variou de zero a três pontos. Portanto, a pontuação mínima para o questionário foi igual a zero e a máxima igual a 45 pontos. Quanto mais próximo de 45 pontos maior a percepção de inclusão do indivíduo. Os resultados coletados foram analisados, por meio, da estatística descritiva. <strong>Resultados:</strong> Os adolescentes com mielomeningocele apresentam maior percepção de inclusão para o domínio familiar (58,18%) seguido do social (54,55%) e escolar (44,16%). Em relação aos responsáveis pelos adolescentes, também é notado que o domínio familiar predomina em relação aos demais (50%), quando considera-se a percepção quase sempre e sempre, verifica-se que 77,27% dos responsáveis sentem-se inclusos no ambiente familiar. O contrário ocorre para o domínio escolar, onde 48,48% não se sente incluso quando considerado as respostas não incluso e raramente incluso. <strong>Conclusão</strong>: Os participantes sentem-se inclusos no âmbito familiar, escolar e social, porém, o âmbito escolar é o local onde tanto o adolescente como os seu responsável percebe maior ausência de inclusão</p> Ana Paula Nunes Vanessa Santos Vieira Salles Danieli Isabel Romanovitch Ribas Copyright (c) 2020 Cadernos da Escola de Saúde 2020-02-11 2020-02-11 18 2 67 78 Avaliação dos efeitos de exercícios psicomotores realizados na água na coordenação motora de um individuo com deficiência cognitiva limítrofe https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/view/4516 <p><strong>Introdução:</strong> Indivíduos com déficit cognitivo limítrofe podem apresentar alterações da coordenação motora, definidas como uma instabilidade motora com deficiência na qualidade do movimento e uma imperfeição do conjunto da função sensório-motora muscular, ocasionando insegurança em postura equilibrada, deficiência da fluidez do movimento, deficiência da precisão da direção, falta de agilidade entre outras. Desta forma, intervenções precoces, como a aplicação de exercícios psicomotores em ambiente aquático, poderão beneficiar o indivíduo, melhorando sua coordenação motora. <strong>Objetivo:</strong> Avaliar os efeitos de exercícios psicomotores realizados em ambiente aquático na coordenação motora de um indivíduo com deficiência cognitiva limítrofe. <strong>Metodologia:</strong> Estudo quase experimental, do tipo estudo de caso, realizado em uma instituição de ensino superior com um indivíduo com déficit cognitivo limítrofe, do gênero feminino, com idade de 14 anos, selecionado por conveniência, triado a partir do projeto de extensão Qualivida. Aprovado pelo CEP sob parecer 2.814.341. A participante foi submetida a um programa de exercícios psicomotores em ambiente aquático, duas vezes na semana, com duração de 45 minutos, por um período de 12 semanas, pré e pós avaliação da coordenação motora, realizado, por meio, do teste KTK (Körperkoordinations Test für Kinder). &nbsp;<strong>Resultados:</strong> Ocorreu aumento do quociente motor geral (QMG) em 17 pontos, e mudança da classificação da coordenação motora passando de insuficiência na coordenação (60 pontos), para perturbação na coordenação com um total de 77 pontos. <strong>Conclusão: </strong>Os exercícios psicomotores realizados em ambiente aquático promoveram melhora na coordenação motora corporal em indivíduo com deficiência cognitiva limítrofe.</p> Leila Cristina Rocha Stela Ribas Muzzillo Evers Danieli Isabel Romanovitch ribas Copyright (c) 2020 Cadernos da Escola de Saúde 2020-02-11 2020-02-11 18 2 79 92 Possíveis Contribuições da Análise do Comportamento para a Compreensão da Dependência Química https://portaldeperiodicos.unibrasil.com.br/index.php/cadernossaude/article/view/4520 <p>O presente artigo teve como objetivo identificar aspectos que pudessem contribuir na compreensão do fenômeno da dependência química por meio da Análise do Comportamento. O método de coleta de dados utilizado foi o de revisão de literatura, com finalidade descritiva e análise de dados qualitativa. A dependência química sendo entendida como um conjunto de comportamentos humanos e não apenas uma condição psicopatológica (como consta no DSM-V), pode ser compreendida sob a perspectiva da Análise do Comportamento, que é uma abordagem psicológica que tem como objetivo compreender o indivíduo por meio de sua relação com o meio no qual está inserido, podendo assim prever e controlar determinados comportamentos. Através dos resultados encontrados foi possível verificar aspectos biológicos e psicossociais envolvidos no comportamento do dependente químico, tendo estes relações diretas e indiretas com o uso de substâncias, estando relacionados a processos de condicionamento social e individual frente a situações consideradas aversivas e/ou reforçadoras, aumentando assim sua probabilidade de ocorrência. Por meio do trabalho entre o indivíduo e o analista do comportamento é possível desenvolver novos repertórios de comportamento, visando assim a redução de comportamentos não salutares e ampliação dos repertórios de enfrentamento para condições entendidas como direta ou indiretamente vinculadas à dependência. Como limitação, destaca-se que o presente trabalho não apresentou ênfase para os fatores biológicos relacionados à dependência química, mas isso não os descarta como aspectos influenciadores do comportamento estudado. Também não foram abordados aspectos relacionados a prevenção ou fatores de risco para o desenvolvimento da mesma. Sugere-se então maiores estudos em relação ao tema, com o objetivo de ampliar e incluir diferentes conceitos relevantes para a compreensão da dependência química. Contudo, constata-se que o objetivo do presente estudo foi atingido, pois foram descritas características para a compreensão da dependência química sob a perspectiva da Análise do Comportamento.</p> Lucas Santos de Souza Yasmin Santos de Aquino Aquicélio Antonio de Oliveira Junior Pedro Guilherme Basso Machado Copyright (c) 2020 Cadernos da Escola de Saúde 2020-02-11 2020-02-11 18 2 93 108