COPING DIÁDICO AO LONGO DO CICLO DE VIDA CONJUGAL

Aline Amaral MUSSIMECI, Edna Lúcia Tinoco PONCIANO

Resumo


O relacionamento conjugal não é o mesmo ao longo da vida do casal, transforma-se por acontecimentos, situações de estresse e mudanças que podem interferir de maneira positiva ou negativa no bem-estar conjugal. Cada cônjuge vive momentos de estresse individuais e os relacionados ao ciclo de vida do casal. O objetivo desse estudo é refletir sobre a questão do coping diádico no decorrer do ciclo conjugal, mais especificamente a influência da família de origem nos momentos de estresse do casal nas duas primeiras fases, a da constituição do casal e a do nascimento do primeiro filho.  Trata-se de um estudo do tipo exploratório com abordagem qualitativa.  Foram realizadas dez entrevistas com casais heterossexuais de famílias intactas, de classe média da cidade do Rio de Janeiro e de Curitiba. Ao final do estudo, observa-se que a família de origem pode influenciar negativamente o casamento dos filhos, pela ausência ou pela proximidade excessiva, e positivamente com apoio emocional e/ou financeiro, cuidado com os netos e auxílio nas tarefas de casa.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.