A morte no hospital e o papel do Psicólogo.

Vanessa Bugdanovicz

Resumo


A morte é a marca da existência, da passagem do viver para a extinção, por esta mesma característica é custoso encontrar formas de enfrentamento para tal, tanto por parte dos familiares quanto da equipe médica, e isto traz muitas consequências para o sistema de saúde. Este artigo procura analisar de que forma o psicólogo poderia atuar para oferecer apoio à família e suporte emocional para os profissionais da saúde. Foi utilizada a revisão bibliográfica para realizar o estudo, buscando materiais em bases de dados como PEPSIC, REDALYC, SCIELO. O que se pode perceber é que o profissional de psicologia deve ter uma visão e uma atuação integradas buscando atingir o eixo família-paciente-equipe médica.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.