PEDRO SERRANO: ESTADO DE EXCEÇÃO E JURISDIÇÃO

Alessandra Back, Carlos Eduardo Dipp Schoembakla, Marco Antonio Lima Berberi

Resumo


O palestrante destacouos direitos fundamentaiscomo cerne da discussãosobre o direito de uma dadasociedade. Asseverou queo século XX foi marcadopor regimes de exceção, jáno século XXI os regimesdemocráticos se estabelecem,com medidas típicas deexceção em seu bojo e coma identificação do inimigonas camadas excluídas.Salientou que o cumprimentode funções majoritáriaspelo Poder Judiciário indicaque a jurisdição se tornaagente de exceção nointerior da democracia.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Expressão: Cultura UniBrasil. ISSN: 2238-8710