UMA ANÁLISE DO PERFIL SOCIOECONÔMICO E POLITICO DAS DEPUTADAS ESTADUAIS NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARANÁ (1987-2017): PADRONIZAÇÃO OU SUB-REPRESENTAÇÃO?

  • Carolyne Mayury Ueda Centro Universitário Autônomo do Brasil- Unibrasil
  • Ana Claudia Santano Centro Universitário Autônomo do Brasil- Unibrasil
Palavras-chave: Representação Feminina

Resumo

A falta de representatividade de mulheres na política ainda é um problema que persiste. O panorama histórico demonstra uma longa trajetória com dificuldades para avanços necessários. Mesmo com a implementação do sistema de cotas de gênero para as candidaturas, adotado a partir de 1995, ainda que providência muito importante, porém, sem resultados como os esperados. No Estado do Paraná, o resultado dessa ação afirmativa não gerou grandes impactos, já que, após a aplicação da regra, a representação feminina na Assembleia Legislativa nunca superou o percentual de 10% de representantes, predominando um ambiente masculino. Nesse sentido, com base nos pressupostos colocados, buscar-se-á analisar o perfil socioeconômico e político das deputadas eleitas para o Poder Legislativo Estadual no período de 1987 a 2017, procurando identificar quais são os padrões e características das eleitas, como: (i) grau de escolaridade, (ii) cor de pele; (iii) idade; (iv) grau de parentesco; (v) experiência política; e (vi) capital político. Como hipótese, sugere-se que as candidatas eleitas pertencem a um padrão socioeconômico comum, tendo experiência política anterior, bem como mantendo um padrão no recrutamento dentro dos partidos, podendo também envolver algum grau de parentesco com políticos conhecidos do Paraná.

Biografia do Autor

Carolyne Mayury Ueda, Centro Universitário Autônomo do Brasil- Unibrasil
Acadêmica de Direito pelo Centro Universitário Autônomo do Brasil – Unibrasil, na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, Brasil. Estagiária da Procuradoria do Município de Campina Grande do Sul. Email: [email protected]
Ana Claudia Santano, Centro Universitário Autônomo do Brasil- Unibrasil
Professora do programa de mestrado em Direito do Centro Universitário Autônomo do Brasil – Unibrasil. Pós-doutora em Direito Público Econômico pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Doutora e mestre em Ciências Jurídicas e Políticas pela Universidad de Salamanca, Espanha. Membro Fundador da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político – ABRADEP e da Asociación Iberoamericana de Derecho Electoral – AIDE. Pesquisadora do Observatório de Financiamento Eleitoral, do Instituto Brasiliense de Direito Público, IDP. Email: [email protected]
Publicado
2018-03-13