PSICODERMATOLOGIA: A IMPORTÂNCIA DO DIÁLOGO E INTERAÇÃO DA MENTE COM O CORPO

  • Michele Oliveira Correa Müller Unibrasil
  • Jessica Caroline dos Santos Unibrasil
Palavras-chave: psicodermatologia, dermatite atópica, vitiligo, doenças dermatológicas, tato, pele.

Resumo

Há inúmeros estudos que mostram que doenças de pele podem surgir por vários motivos que podem ir desde doenças autoimunes às questões emocionais, por isso será abordada no presente artigo a questão da psicologia atuando em conjunto com a dermatologia. Tal assunto é bastante relevante, visto que é provável que poucas pessoas conheçam a chamada psicodermatologia e percebam a relevância dessa área no acompanhamento das doenças de pele.  Com base nisso, o presente artigo tem por objetivo mostrar de que maneira a psicologia atua no sentido do tato, especificamente nos tratamentos dermatológicos, explicando o que é o tato e porque ele está relacionado às patologias dermatológicas. Serão abordadas duas patologias específicas: dermatite atópica, que está entre as quatro doenças mundiais que mais afetam os seres humanos; e vitiligo cujo principal sintoma é a despigmentação da pele. A metodologia adotada será através de uma revisão bibliográfica pautada, principalmente, em dois artigos pesquisados no site Scielo.com, pepsic.com produzidos por médicos e psicólogos, além de outros veículos de informação como vídeo explicativo do youtube.com, Revista Abril e Sociedade Brasileira de Dermatologia e outros artigos relacionados ao tema no site Scielo.com também. Esses artigos mostram estudos de casos com melhora das patologias com o auxílio médico e terapêutico, através da terapia em grupo e individual. Uma das abordagens utilizada foi a junguiana com mulheres portadoras de vitiligo cujos resultados surpreenderam. O que mostra que o papel do psicólogo é de suma importância para o auxílio no tratamento dessas patologias. Por fim, serão apresentadas as considerações finais enfatizando a importância da atuação do psicólogo em parceria com médicos e dermatologistas para o tratamento dessas doenças, além dos resultados apresentados nos artigos e de que maneira isso corrobora para a melhora dos pacientes.

Biografia do Autor

Michele Oliveira Correa Müller, Unibrasil

Estudante do 2º período de graduação em Psicologia do centro Universitário Unibrasil. Possui 34 anos, está fazendo a segunda graduação. Sua primeira é formação em letras-português pela UFPR. Atua como docente em uma escola da rede privada há 2 anos. 

Jessica Caroline dos Santos, Unibrasil

Professora e orientadora no centro Universitário Unibrasil.

Referências

FONTES NETO, Paulo T. L. et al . A dermatite atópica na criança: uma visão psicossomática. Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul, Porto Alegre , v. 28, n. 1, p. 78-82, Apr. 2006 . Available from . Acessado em 01 de set. de 2020.

HORTA, Maurício. Como Michael Jackson ficou branco?. Revista Superinteressante, 21 de jul. de 2009. Versão online. Disponível em < https://super.abril.com.br/cultura/como-michael-jackson-ficou-branco/> Acessado em 20 de set. de 2020.

HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN. Como funciona o tato. 2013. Disponível em > Acesso em 20 de set. de 2020.

MACHADO, Rebeca Nonato; WINOGRAD, Monah. A importância das experiências táteis na organização psíquica. Estud. pesqui. psicol., Rio de Janeiro , v. 7, n. 3, dez. 2007 . Disponível em . Acesso em 20 de set. de 2020.


MULLER, Marisa Campio; RAMOS, Denise Gimenez. Psicodermatologia: uma interface entre psicologia e dermatologia. Psicol. cienc. prof., Brasília , v. 24, n. 3, p. 76-81, Sept. 2004 . Available from . Acessado em 01 de set. de 2020.

PINHEIRO, Chloé. As doenças de pele que mais abalam o bem-estar. Revista Abril. 2018, Versão online. Disponível em < https://saude.abril.com.br/medicina/doencas-de-pele-abalam-a-mente/> Acesso em 20 de set. de 2020.

RODRIGUES, Luiza Silva; ROBLE, Odilon José. Educação dos sentidos na contemporaneidade e suas implicações pedagógicas. Pro-Posições, Campinas , v. 26, n. 3, p. 205-224, Dec. 2015 . Available from . Acesso em 20 Set. de 2020. http://dx.doi.org/10.1590/0103-7307201507810.

SOCIEDADE DERMATOLÓGICA BRASILEIRA. O que é vitiligo?. Disponível em: Acessado em 01 de set. de 2020.
Publicado
2021-06-17
Seção
Psicologia