A A prevalência de transtornos alimentares em adolescentes

  • Amanda Conte Unibrasil
  • Marina Villarreal Pedrozo Unibrasil
  • Edilceia Domingues do Amaral Ravazzani Unibrasil
Palavras-chave: transtorno alimentar; adolescentes; complicações clínicas; distúrbios nutricionais.

Resumo

Os transtornos alimentares são transtornos psiquiátricos que acometem, geralmente, adolescentes e adultos do sexo feminino. Possuem etiologia multifatorial, incluindo a sociedade em que o indivíduo está inserido e o histórico familiar de transtornos alimentares. Esta declaração de posição aborda os principais  problemas extraídos da literatura científica  e representa um consenso de inúmeros especialistas em medicina  do adolescente em relação ao diagnóstico e tratamento de adolescentes com transtornos alimentares. O objetivo geral do trabalho é de identificar os fatores relacionados à transtornos alimentares e compulsão alimentar em adolescentes de ensino médio. As pesquisas realizadas por Farjord relata que a maior prevalência de compulsão alimentar  foi  entre adolescentes que faziam o uso de bebidas alcoólicas. Fortes concluiu que a insatisfação corporal foi a principal variável que indicou chance de desenvolvimento de transtornos alimentares em ambos os sexos. O estudo de UZUNIAN et AL., aborda os fatores sociais relacionados aos transtornos alimentares, destacando o baixo desenvolvimento de habilidades emocionais, a confusão entre as emoções de tolerância, raiva e tristeza como gatilhos para o desenvolvimento de TA. Chimbinha investigou adolescentes com transtornos alimentares e as manifestações orais apresentadas por cada um deles. As pesquisas cometidas em Juiz de fora e Blumenau/Sc indicam que a amostra  de  adolescentes não consegue parar de se alimentar quando consomem em exagero e teste estatístico revelou meninas insatisfeitas com o peso e a aparência física. Dentre os artigos escolhidos para este estudo, todos eles demonstraram maior prevalência no sexo feminino, isso pode ser explicado em parte pela pressão psicológica que a sociedade impõe. As grandes mudanças hormonais e o desenvolvimento corporal que acontecem no período da adolescência são fatores com grande influência na insatisfação corporal. A influência mídia e da sociedade também são fatores extremamente relevantes. Os adolescentes crescem tendo como referência um ideal de magreza quase que inatingível, e, ao tentar se encaixar nesses “padrões”, acabam tendo uma mudança drástica no comportamento alimentar, gerando restrição alimentar e levando à tais distúrbios alimentares e todas as conseqüências físicas e psicológicas que os acompanham.

 

Referências

MARTHENDAL, Aline Tamises; Shimizu, Suemi; Azevedo, Luciane Coutinho. Transtornos alimentares e sua relação com o estado nutricional em adolescentes de uma escola particular de Santa Catarina – Brasil . Arq Catarin Med. 2014 jul-set; 43(3): 17-25

AMERICAN DIETETIC ASSOCIATION (ADA). Position of the American Dietetic Association: nutrition intervention in the treatment of anorexia nervosa, bulimia nervosa, and other eating disorders. Am Diet Assoc. 2006; 106:2073-82.
AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. (APA) - Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, 4 ed, Washingtonn (DC), 1994.
BATISTA, Marcos Antonio, e Sandra Maria da Silva Sales Oliveira. "Sintomas de ansiedade mais comuns em adolescentes." Psic: Revista da Vetor Editor 6.2 (2005): 43-50.
BOLOGNESE, Marciele et al . Transtorno de compulsão alimentar periódica: fatores associados em adolescentes sobrepesados e obesos. Psic., Saúde & Doenças, Lisboa , v. 19, n. 3, p. 755-763, dez. 2018 .
COLETTY, Ione Margarida de Souza. Transtorno de compulsão alimentar periódica (TCAP) e ansiedade em adolescentes obesos. 2005. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. p. 97-100
CUBRELATI, Bianca Sisti et al. Relação entre distorção de imagem corporal e risco de desenvolvimento de transtornos alimentares em adolescentes. Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde, v. 12, n. 1, p. 1-15, 2014.
DEL CIAMPO, Luiz Antonio; DEL CIAMPO, Ieda Regina Lopes. Adolescência e imagem corporal. Adolescência e Saúde, v. 7, n. 4, p. 55-59, 2010.
ECKHARD SM, Ahmed SF. Linear growth in anorexia nervosa. J Pediatric Gastroenterol 2010;51 (Suppl 3): S127-8.
EISENSTEIN, Evelyn et al. Nutrição na adolescência. Jornal de pediatria, v. 76, n. 3, p. 263-274, 2000.
FAJARDO, ESPERANZA; MENDEZ, CAROLINA; JAUREGUI, ALFONSO. PREVALENCIA DEL RIESGO DE TRASTORNOS DE LA CONDUCTA ALIMENTARIA EN UNA POBLACIÓN DE ESTUDIANTES DE SECUNDARIA, BOGOTÁ-COLOMBIA. rev.fac.med, Bogotá , v. 25, n. 1, p. 46-57, Jan. 2017 .
FERREIRAS, Veiga GV. Eating disorder risk behavior in Brazilian adolescents from low socio-economic level. Appetite. 2008; 51:249-55.
FORTES, Leonardo de Sousa; CIPRIANI, Flavia Marcele; FERREIRA, Maria Elisa Caputo. Comportamentos de risco para transtorno alimentar: fatores associados em adolescentes escolares. Trends Psychiatry Psychother.
FORTES, Leonardo de Sousa et al . Modelo etiológico dos comportamentos alimentares desordenados em adolescentes brasileiras. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro , v. 32, n. 4, e000024115, 2016 .
GONCALVES, Juliana de Abreu et al . Transtornos alimentares na infância e na adolescência. Rev. paul. pediatr., São Paulo , v. 31, n. 1, p. 96-103, Mar. 2013 .
GONTIJO, Laís Marques et al. Distúrbios alimentares na infância e adolescência. Rev Med Minas Gerais, v. 21, n. 3, p. S1-144104, 2011.
GUSTAVO MARTINS CHIMBINHA, ÍTALO; DO NASCIMENTO JÁCOME , A.; GOMES DA SILVA , G.; JANYARA DO REGO BARRETO , M.; DO CÉU CLARA COSTA , I. TRANSTORNOS ALIMENTARES E MANIFESTAÇÕES ORAIS EM ADOLESCENTES. Revista Ciência Plural, v. 5, n. 3, p. 1-20, 12 nov. 2019.
ISNARD, P; MICHEL, G; FRE LUT, ML; VILA, G; FALISSARD, B; NAJA, W. 2003.
JOHNSON WG, Grieve FG, Adams CD, Sandy J. Measuring binge eating in adolescents: adolescent and parent versions of the questionnaire of eating and weight patterns. Int J Eat Disord. 1999 Nov;26(3):301-14.
LEGNANI, Rosimeide Francisco Santos et al. Transtornos alimentares e imagem corporal em acadêmicos de Educação Física. Motriz: Revista de Educação Física, v. 18, n. 1, p. 84-91, 2012.
MARTINS, Cilene Rebolho et al. Insatisfação com a imagem corporal e relação com estado nutricional, adiposidade corporal e sintomas de anorexia e bulimia em adolescentes. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, v. 32, n. 1, p. 19-23, 2010.
MARTINS, Cilene Rebolho et al. Insatisfação com a imagem corporal e relação com estado nutricional, adiposidade corporal e sintomas de anorexia e bulimia em adolescentes. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, v. 32, n. 1, p. 19-23, 2010.
MARTINS, Cilene Rebolho et al. Insatisfação com a imagem corporal e relação com estado nutricional, adiposidade corporal e sintomas de anorexia e bulimia em adolescentes. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, v. 32, n. 1, p. 19-23, 2010.
MEHLER PS. Medical complications of bulimia nervosa and their treatments. Int J EatDisord. 2011; 44:95-104.
MORGANA ,Christina M, Vecchiatti, Ilka Ramalho e Negrão, André Brooking.: Etiologia dos transtornos alimentares: aspectos biológicos, psicológicos e aspectos biológicos, psicológicos e sócio-culturais culturais. 2002. Revista Brasileira de psiquiatria
PADIERNA A, Quintana JM, Arostegui I, Gonzalez N, Horcajo MJ. Changes in health-related quality of life among patients treated for eating disorders. Qual Life Res 2002; 11:545-52.
PETROSKI, Edio Luiz; PELEGRINI, Andreia; GLANER, Maria Fátima. Motivos e prevalência de insatisfação com a imagem corporal em adolescentes. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, p. 1071-1077, 2012.
PHILIPPI, SCAGLIUSI E ALVARENGA. Nutrição e transtornos alimentares – avaliação e tratamento, 2011; p. 5-7.
PIVETTA, Loreni Augusta; GONCALVES-SILVA, Regina MV. Compulsão alimentar e fatores associados em adolescentes de Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. Cafajeste. Saúde Pública , Rio de Janeiro, v. 26, n. 2, pág. 337-346, fevereiro de 2010.
SILVA, Ana Roberta Vilarouca da et al. Hábitos alimentares de adolescentes de escolas públicas de Fortaleza, CE, Brasil. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 62, n. 1, p. 18-24, 2009.
SIQUEIRA, COLARES E XIMENES – Questionário sobre padrões de peso e alimentação para adolescentes (QEWP-A): avaliação transcultural e adaptação para o Português.
SOBREIRA, C. D. B. (2007). Transtorno da Compulsão Alimentar. Instituto Brasileiro Interdisciplinar da Obesidade. Recuperado em 05 de dezembro, 2006.
Spitzer et al. (1992); Adaptação para adolescentes: Johnson et al. (1999).
STUNKARD, A.J.- Eating patterns and obesity. PsychiatrQ 33: 284-94, 1959.
UZUNIAN, Laura Giron; VITALLE, Maria Sylvia de Souza. Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes. Ciência & Saúde Coletiva, v. 20, p. 3495-3508, 2015.
VILELA, Jem, Lamounier JA, Filho MAD, Neto JRB, Horta GM. Eating disorders in school children. J Pediatr (Rio J). 2004;80(1):49-54.
Publicado
2021-06-11
Seção
Nutrição

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)