Debatendo a regulamentacao da Propriedade Intelectual e a (Im)Possibilidade de Desenvolvimento das Economias Perifericas

  • Carol Proner
Palavras-chave: Propriedade Intelectual Industrial, Direito Internacional, Direito da Integração, Comércio Internacional, Direitos Humanos, Direito ao Desenvolvimento

Resumo

O direito internacional econômico denuncia a correlação de força e de poder político que atua a cada momento histórico. O período do pós-guerra revelou-se significativo para a idealização da "ordem mundial" cuja arquitetura complementa-se em todas as áreas, unindo comércio, finanças, paz e solidariedade, fazendo prevalecer os interesses de economias desenvolvidas em detrimento de economias dependentes. As regras de comércio em relação às patentes industriais encaixam como peças nessa engrenagem que produz desenvolvimento tecnológico de poucos e dependência econômica e social de quatro quintos da humanidade
Publicado
2017-03-20
Seção
Artigos do Corpo Docente