A relação do fator liberador de corticotropina com a neurobiologia da dependência: uma revisão qualitativa.

  • Adriana de Oliveira Christoff Centro Universitário Autônomo do Brasil - UniBrasil
  • Tarsila Thomaz Lins Couto Farmacêutica formada pelo Unibrasil
Palavras-chave: Hormônio liberador de corticotropina, estresse, adição, dependência, drogas psicotrópicas

Resumo

OBJETIVO: Realizar uma revisão bibliográfica qualitativa correlacionando a participação do CRH bem como dos antagonistas do receptor de CRH na circuitaria da dependência química. MÉTODOS: Foi realizada uma revisão bibliográfica, com artigos científicos publicados nas bases de dados: PubMed e Science Direct. Foram inclusos artigos em inglês, em modelos animais, que retratassem a temática do CRH com a dependência química. Excluíram-se teses, dissertações, relatos de caso e protocolos clínicos. RESULTADOS: Foram escolhidos 14 artigos, destes, somente um não apresentou resultados estatisticamente significativos na redução do consumo de etanol. Os outros 13 estudos observaram diminuição do consumo de drogas, ou melhora em sintomas relacionados a dependência, como a hiperalgesia, e o reflexo.CONCLUSÃO: Os antagonistas de CRH podem melhorar sintomas relacionados à adição em roedores, podendo posteriormente, auxiliar na elaboração de novos fármacos que visem o combate a dependência química.

Biografia do Autor

Adriana de Oliveira Christoff, Centro Universitário Autônomo do Brasil - UniBrasil
Possui graduação em Farmácia e Bioquímica / Indústria e Alimentos pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2004). Especialista em Farmacologia pela Universidade Federal do Paraná (2006). Mestre em Farmacologia pela Universidade Federal do Paraná (2008) e doutorado em farmacologia pela Universidade Federal do Paraná (2015). Atualmente é professora pesquisadora do Centro Universitário Autônomo do Brasil (UniBrasil). Possui experiência na área de Farmacologia com ênfase em Metabolismo hepático e na área de drogas de abuso. Participa de pesquisa básica e clínica na área de drogas de abuso.
Publicado
2018-03-15

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)