EXPERIÊNCIA DE PESSOAS COM TRANSTORNO MENTAL SOBRE O PERÍODO MANICOMIAL E SUA TERAPÊUTICA NO CAPS

  • Francisca Elidivânia de Farias Camboim
  • Tacyane Fabiola Dantas Caldas
  • Milena Nunes Alves de Souza
  • Geórgia Cristina dos Santos Dantas
  • José Cleston Alves Camboim
  • Úrsula Érika de Medeiros Ribeiro Nunes

Resumo

Objetivos: apresentar a experiência de vida dos portadores de transtorno mental nas atividades terapêuticas em detrimento do período manicomial. Métodos: Trata-se de pesquisa qualitativa, na qual foi utilizado o recurso da História Oral de Vida Temática, desenvolvida no Centro de Atenção Psicossocial, no município de Parelhas – RN. Participaram do estudo, seis portadores do transtorno mental, que vivenciaram o processo de institucionalização, no período pré-reforma psiquiátrica. Resultados: Os participantes evidenciaram considerável mudança na forma assistencial, bem como satisfação com as terapias ofertadas no Centro de Atenção Psicossocial. Considerações finais: Com a Reforma Psiquiátrica, e a implantação dos Centros de Atenção Psicossocial, é possível oferecer melhor qualidade de vida aos portadores de transtorno mental, por meio da inclusão social, desenvolvimento da autonomia, e acima de tudo, o direito da cidadania.

Publicado
2020-02-11
Seção
Artigo Original