Possíveis Contribuições da Análise do Comportamento para a Compreensão da Dependência Química

  • Lucas Santos de Souza Centro Universitário Autônomo do Brasil
  • Yasmin Santos de Aquino Centro Universitário Autônomo do Brasil
  • Aquicélio Antonio de Oliveira Junior Centro Universitário Autônomo do Brasil
  • Pedro Guilherme Basso Machado Centro Universitário Autônomo do Brasil

Resumo

O presente artigo teve como objetivo identificar aspectos que pudessem contribuir na compreensão do fenômeno da dependência química por meio da Análise do Comportamento. O método de coleta de dados utilizado foi o de revisão de literatura, com finalidade descritiva e análise de dados qualitativa. A dependência química sendo entendida como um conjunto de comportamentos humanos e não apenas uma condição psicopatológica (como consta no DSM-V), pode ser compreendida sob a perspectiva da Análise do Comportamento, que é uma abordagem psicológica que tem como objetivo compreender o indivíduo por meio de sua relação com o meio no qual está inserido, podendo assim prever e controlar determinados comportamentos. Através dos resultados encontrados foi possível verificar aspectos biológicos e psicossociais envolvidos no comportamento do dependente químico, tendo estes relações diretas e indiretas com o uso de substâncias, estando relacionados a processos de condicionamento social e individual frente a situações consideradas aversivas e/ou reforçadoras, aumentando assim sua probabilidade de ocorrência. Por meio do trabalho entre o indivíduo e o analista do comportamento é possível desenvolver novos repertórios de comportamento, visando assim a redução de comportamentos não salutares e ampliação dos repertórios de enfrentamento para condições entendidas como direta ou indiretamente vinculadas à dependência. Como limitação, destaca-se que o presente trabalho não apresentou ênfase para os fatores biológicos relacionados à dependência química, mas isso não os descarta como aspectos influenciadores do comportamento estudado. Também não foram abordados aspectos relacionados a prevenção ou fatores de risco para o desenvolvimento da mesma. Sugere-se então maiores estudos em relação ao tema, com o objetivo de ampliar e incluir diferentes conceitos relevantes para a compreensão da dependência química. Contudo, constata-se que o objetivo do presente estudo foi atingido, pois foram descritas características para a compreensão da dependência química sob a perspectiva da Análise do Comportamento.

Publicado
2020-02-11