CIÚME: ENTRE O NORMAL E O PATOLOGICO

  • Cleiton José da Silva HC - UFPR
Palavras-chave: Ciúme, Escolha Objetal, Psicanálise.

Resumo

O tema ciúme desperta curiosidade e interesse em algumas pessoas. Na teoria freudiana, aparece pela primeira vez em uma carta para Fliess, no Rascunho H (1895). Contudo, na sociedade contemporânea o ciúme é um sentimento que se faz cada vez mais presente nos relacionamentos amorosos e, em alguns casos, traz sofrimento físico e psicológico não só à pessoa que sente, mas também ao seu objeto de amor. Pretende também apresentar o surgimento do ciúme a partir das marcas resultantes do Complexo de Édipo e da relação da mãe com o bebê, através de uma revisão dos mecanismos inconscientes presentes no ciúme, bem como os graus de ciúmes encontrados na teoria psicanalítica. Para tanto, serão utilizados conceitos freudianos, entre eles os Complexos de Édipo e de Castração e as escolhas do objeto amoroso. Serão abordadas também as marcas de rivalidade e disputa imaginária do objeto de amor objetal e narcísica na vida dos sujeitos. Uma vez que as marcas inconscientes trazidas e recalcadas pelo sujeito durante a infância irão determinar a forma de se relacionar com o objeto amoroso, então tais marcas podem ser vivenciadas em outros momentos ao longo da vida, fazendo parte de outras cenas inconscientes.

Referências

4.Referências
ALMEIDA, T. D.; RODRIGUES, K. R. B.; SILVA, Ailton A. D. O ciúme romântico e os relacionamentos amorosos heterossexuais contemporâneos. Estudos. Psicologia, Natal-RN, v.13, n.1, p.83-90, abril/ 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413294X2008000100010&lng=en&nrm=iso. Acessado em: 11/11/2016.

CANEZIN, P. F. M.; ALMEIDA, T. D. O ciúme e as redes sociais: uma revisão sistemática. Pensando família, Porto Alegre- RS, v. 19, n. 1, p. 142-155, junho/2015. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-494X2015000100012&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 12/11/2016.

FREUD. S. (1895). Rascunho H. In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. I. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1897). Rascunho N. In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. I. Rio de Janeiro: Imago, 1996.


_____________ (1910). Um tipo especial de escolha de objeto feita pelos homens (Contribuições à psicologia do amor I) In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XI. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1912). Tipos de desencadeamento da neurose In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XVII. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1914). Sobre o narcisismo: uma Introdução. In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XIV. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1922). Alguns mecanismos neuróticos no ciúme, na paranóia e no no homossexualismo. In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XVIII. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1923). A Organização Genital Infantil (Uma interpolação na teoria da sexualidade). In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XIX. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1924a). A Dissolução Do Complexo De Édipo. In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XIX. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1924[1923]b). Neurose e psicose. In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XIX. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1925a). Algumas consequências psíquicas da distinção anatômica entre os sexos. In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XIX. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

_____________ (1925b). Inibições, sintomas e ansiedade. In. FREUD, S. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira, vol. XX. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

KUSS. A. S. S. Amor, desejo e Psicanálise. Curitiba: Juruá, 2015.

MALLMANN, C. J. Ciúmes: do normal ao patológico. Estudos de Psicanálise, Belo Horizonte-MG n.43, p. 43–50, julho/2015. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/ep/n43/n43a04.pdf. Acessado em: 01/11/2016.

SÓFOCLES. Édipo rei (427 a.c). Tradução de Paulo Neves. Porto Alegre: L&M, 1998.

SHAKESPEARE, W. Otelo (1616). Tradução de Beatriz Viégas Faria. Porto Alegre: L&M, 2001.
Publicado
2020-10-30
Seção
Artigo Original