Portador de transtorno mental em situação de emergência: dificuldades de atendimento percebidas pela equipe de enfermagem em uma unidade mista

Cristiano Caveião, Ana Paula Hey, Juliana Helena Montezeli, William Barbosa Sales, Angelita Visentin, Manuela Kaled

Resumo


Objetivo: conhecer as dificuldades elencadas pela equipe de enfermagem em uma unidade mista acerca do atendimento inicial ao portador de transtorno mental em situação de emergência. Método: estudo descritivo qualitativo, realizado em uma unidade mista de urgência e emergência localizada em Curitiba - PR, por meio de entrevista semiestruturada gravada, da qual participaram 10 profissionais de enfermagem. Para a análise das informações utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Resultados: após a análise das entrevistas, foram estruturadas três categorias: O atendimento inicial de enfermagem na emergência versus a formação e a experiência profissional; Estrutura física como elemento desafiador; Os procedimentos de enfermagem na abordagem inicial do paciente versus o gênero. Considerações finais: existem fatores dificultadores presentes na primeira abordagem do paciente com transtornos mentais, relacionados com a formação profissional, o dimensionamento de pessoal, a estrutura física e o fator gênero.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Cadernos da Escola de Saúde. ISSN Eletrônico: 1984-7041.